Nirvana: bebê da capa de Nevermind processa novamente a banda

Written by on 17 de janeiro de 2022

A saga do processo do “bebê” de Nevermind ganhou um novo capítulo. Spencer Elden, que foi fotografado com quatro meses de vida para a capa do álbum do Nirvana, de 1991, apresentou uma nova ação por pornografia infantil, em Los Angeles.

O homem de 30 anos retomou o processo acusando a banda de Kurt Cobain de explorá-lo sexualmente, depois que um juiz da Califórnia rejeitou uma versão anterior do caso.

Os advogados de Elden apresentaram uma nova versão com algumas mudanças. A reclamação agora inclui uma declaração do diretor de arte de NevermindRobert Fisher, que mostra uma maquete da capa usando uma imagem sem a genitália exibida.

Spencer abriu o processo em agosto do ano passado afirmando que o Nirvana violou “estatutos federais de pornografia infantil” e busca uma indenização de 150 mil dólares (cerca de 800 mil reais) de cada uma das partes.

Em dezembro, os representantes do grupo, incluindo a viúva de Cobain, Courtney Love, pediram ao tribunal o encerramento do processo, dizendo que a ideia da capa “não é séria” em relação à acusação de Spencer.


Difusora FM

Ao vivo

Current track

Title

Artist

Background